quinta-feira, 11 de novembro de 2010

The Birthday

Marc Chagall - The Birthday
Então, honey...hoje, 11/11, completo mais uma primavera, mais um ciclo, mais um ano, mais uma etapa da vida (sim, tudo isso pra dizer que é meu aniversário). E minha sensação sobre isso não mudou muito desde quando eu completei uns 9 ou 10 anos de idade, que foi quando eu me toquei que estava crescendo e deixando a infância - Ai...não quero crescer! Gente grande é tão chata!
Porque né?! O que a gente ganha com o passar do tempo? Responsabilidades, preocupações, e o pior, rugas de preocupações! Além de ter que bancar a madura, a mulher independente e bem resolvida todo o tempo. Não! Não sou tão bem resolvida assim! E já fui mais independente, mas por percalços da vida não sou tão mais - no momento. Queria eu poder acordar e só pensar no que brincar e ter no máximo de preocupação e responsabilidade a tarefa da escola. Desde que entrei na adolescência, só me f*.
Acho este texto está ficando muito depressivo, deixa eu passar para a parte boa de crescer, porque também tem. Bom, quando a gente cresce, a gente também f* no bom sentido, o que é bem bom. A independência te dá liberdade e nossas responsabilidades podem acabar se tornando motivações para seguir uma trilha de sucesso profissional e pessoal. E quanto às rugas, hoje em dia com os avanços da cosmética e da medicina não há nada que não se resolva né gente!?
Eu até gosto de aniversários, adoro reunir meus amigos para comemorar, mesmo não gostando de ficar mais velha. E nem ligo para presentes, o que eu quero é ser feliz e ter relações verdadeiras, tranquilas e profundas. Quero viver cercada só de gente que eu quero e me quer bem. Quero ser valorizada, reconhecida, desejada, amada. Mas não é tão fácil. O que me faz chegar ao ponto em que eu queria, a este ciclo que se completa, e como ele foi. Houve mudanças? Sim, e todas para melhor, a principal delas foi ter entrado no Mestrado, uma conquista importante para mim que definirá meu futuro profissional daqui para a frente. Quanto à minha vida pessoal, não houve grandes mudanças, fiz novos amigos, o que foi bom, embora sejam amizades que ainda faltam amadurecer e ver no que se transformam de fato. O mais engraçado foi que nestes últimos meses antigos amigos retornaram para minha vida, o que também estou vendo no que vai dar. O bom será poder comemorar com todos eles!
A vida da gente segue as mesmas regrinhas do universo, com os ciclos da natureza, como as marés e as estações, que vão e voltam, trazendo sempre algo de novo e levando outras para sempre.
E sou meio intuitiva, sinto que meu próximo ciclo será de conquista de tudo aquilo que eu mais desejo. Vamos ver né?! Ano que vem eu te conto.

2 comentários:

Valdeci disse...

O que dizer-lhe neste dia? Bem, vejamos... Que as marés e as estações tragam-lhe sempre novas perspectivas no olhar (um olhar sempre otimista uma vez que é preciso ver e desejar o melhor para que ele se realize) e a certeza que é possível superar todos os obstáculos quando junto a família e amigos.

Que seus amigos possam provar seu valor e que a família esteja junta neste caminhar pela praia a ver as ondas que vão e vêem.

Que as marés tragam-lhe “presentes de vida” para compartilhar com seus amigos e familiares.

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Beijos,
Valdeci

Liv Amaral disse...

Que linda mensagem Valdeci! Muito obrigada!
Bjos

Postar um comentário

 
eXTReMe Tracker